domingo, 29 de março de 2015

Sítio


"Eu amo esse lugar!" Penso olhando em volta.

 A casa velha precisava de uma nova pintura, as janela e portas de madeira estavam meio apodrecidas, mas as flores e árvores estavam perfeitas. Abaixo de mim,a grama estava alta e precisava se aparada, além disso tinham muitos carrapichos por todo o lugar.

Começo a caminhar pulando pelo pasto devido ao tamanho da grama, chego no antigo coreto e lembranças retornam para os meus pensamentos, me sento no meio e fecho os olhos relembrando de tudo. Eu me imaginava como uma princesa, e ficava rodando como se estivesse em um baile com aquela música perfeita e esperando o meu príncipe encantado chegar para me levar para o castelo dele. 


Olhar o coreto era triste, era a mesma coisa que voltar no tempo, na época em que a minha mãe ainda estava comigo, mas ao mesmo tempo me trazia felicidade, podia sentir vibrações positivas de quando eu era pequena.

Me levanto coloco os meus cotovelos no encosto, posso sentir a brisa da grama molhada, o som de animais e o perfeito pôr-do-sol que ficava atrás das enormes montanhas, era como se estivesse purificando a minha alma, tirando todas as coisas ruins da cidade. Olho para alguns cavalos que estão correndo e se divertindo, ouço o gorjeio das aves e o som de um grilo por algum lugar. 

Dou um sorriso contemplando o lindo sítio casando perfeitamente com o pôr-do-sol, logo volto pra dentro de casa.